Unidades

Centro de Referência à Saúde do Idoso - CRI
"Professor Doutor Silvio dos Santos Carvalhal"

CNES
5677424

Coordenação: Carolina Belo Rodrigues Scacheti

Endereço: Avenida Milton Christini, 1.728 - Parque Alto Taquaral - CEP 13087-785 (ao lado do Centro Corsini)

Telefone: Recepção (19) 3231-8108 / (19) 3231-0632

Fax: (19) 3236-0869

E-mail: saude.crsidoso@campinas.sp.gov.br / agendamento.cri@campinas.sp.gov.br (para agendamento de avaliação)

Horário de Funcionamento: Segunda à sexta-feira, das 8h às 18h

Vínculo: Departamento de Saúde

 

Missão

O Centro de Referência à Saúde do Idoso (CRI) iniciou suas atividades em 10/04/2008, com a seguinte missão: “Prestar assistência ambulatorial interdisciplinar ao idoso em condição de fragilidade do município de campinas, visando à sua reabilitação funcional. Colaborar com novos modelos de assistência à pessoa idosa, contribuindo para a construção e o fortalecimento de políticas públicas voltadas ao envelhecimento populacional.”

O CRI conta com equipe multidisciplinar que inclui médica geriatra, acupunturista, fisioterapeutas, fonoaudióloga, nutricionista, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, assistentes sociais, técnico em farmácia e recepcionista. O Serviço presta assistência exclusivamente a idosos residentes no município de Campinas, e recebe apenas pacientes referenciados (com encaminhamento de outras unidades de saúde).

 

Como realizar o encaminhamento de Pacientes ao CRI 

O encaminhamento de pacientes ao CRI pode ser realizado por qualquer profissional de saúde de nível superior da Rede SUS Campinas – para isso, basta preencher o impresso REFERÊNCIA/CONTRA-REFERÊNCIA (FO130) com letra legível e conter o MÁXIMO de informações que se julgarem relevantes, contendo:  

  • Motivos do encaminhamento;

  • História clínica;

  • Hipótese diagnóstica;

  • Resultados de exames alterados;

  • Comorbidades;

  • Tratamentos (medicamentosos, terapêuticos) atuais e anteriores;

  • Telefones de contato do usuário.

A unidade de saúde deverá enviar o encaminhamento ao e-mail do CRI: agendamento.cri@campinas.sp.gov.br, contendo apenas UM IMPRESSO REFERÊNCIA/CONTRA-REFERÊNCIA POR E-MAIL.

OBSERVAÇÃO: A PROPOSTA DO ATENDIMENTO DESTE SERVIÇO É O COMPARTILHAMENTO DO CUIDADO.

TODO PACIENTE IDOSO AVALIADO PELO SERVIÇO CONTINUA SOB A RESPONSABILIDADE DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE QUE O ENCAMINHOU, MESMO DURANTE O SEU ACOMPANHAMENTO NO CRI.

 

Para manter a qualidade dos serviços prestados aos idosos, o CRI avalia os pacientes encaminhados segundo critérios pré-determinados que definam a inserção ou não no serviço:

 

Critérios para não-inserção 

  • Pacientes não-residentes em Campinas: a assistência é exclusivamente fornecida à REDE SUS DE CAMPINAS;

  • Pacientes que necessitam APENAS de atendimento PSIQUIÁTRICO OU PSICOLÓGICO: o CRI não possui atendimento nestas especialidades. Os pacientes com demandas nestas áreas deverão ser encaminhados para atendimento na Saúde Mental da própria Unidade Básica de Saúde ou de referência (CAPS);

  • Pacientes com demência avançada: os pacientes com demência avançada não são atendidos no CRI porque já possuem pouca ou nenhuma perspectiva de reabilitação funcional. Os cuidadores que tiverem interesse poderão participar do Grupo de Orientação aos Cuidadores;

  • Pacientes acamados: o CRI não conta com infra-estrutura necessária para atender estes pacientes, uma vez que eles apresentam condições de realizar apenas procedimentos passivos. Além disso, eles têm baixo aproveitamento dos atendimentos realizados em ambulatório, visto que sua retirada do leito causa dores e desconforto. Estes pacientes deverão ser encaminhados para o Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD), para atendimento compartilhado com as Unidades Básicas de Saúde;

  • Pacientes que tiveram último episódio de Acidente Vascular Encefálico (AVE) há mais de 2 anos: Diversos estudos apontam que o período de maior êxito na recuperação pós-AVE é no ano seguinte à lesão cerebral – após este período, os comprometimentos já estão mais consolidados e os avanços na reabilitação são mais lentos e menos significativos. Os cuidadores que tiverem interesse poderão participar do Grupo de Orientação;

  •   Pacientes que forem encaminhados para REINSERÇÃO sem mudança significativa pós-alta: O CRI apenas recebe pacientes que já foram atendidos no Serviço com a condição de que haja mudança significativa do quadro geral após a alta (nova lesão neurológica, perda importante de peso, perda de mobilidade, piora cognitiva, etc). Caso o paciente apresente o mesmo quadro que possuía na ocasião da alta, será reencaminhado ao profissional/ unidade solicitante.

 

Critérios para Inclusão Automática  

  • Acidente Vascular Encefálico (AVE) até 2 anos

  • Doença de Parkinson

Caso não apresente nenhum dos critérios de não-inserção ou de inserção automática, sua entrada será avaliada e discutida com o serviço de saúde de referência, a partir da análise da somatória de fatores de FRAGILIDADE e indicadores de REABILITAÇÃO, como perda de peso não-intencional no último ano, internações hospitalares recentes, quedas recentes, grau de dependência para o auto-cuidado, mobilidade, locomoção, comunicação, déficit cognitivo com perda de funcionalidade*, uso de medicamentos, fatores sócio-ambientais.

*Neste caso, deverão ser aplicadas as escalas MEEM (Mini Exame do Estado Mental) e GDS (Escala de Depressão Geriátrica)

 

Profissionais

Instalações

Equipamentos

Mapa de localização

 

Textos

Alimentação na terceira idade

 

Outras Unidades de Referência