SAD - Serviço de Assistência Domiciliar - Noroeste

O SAD e o Modelo Assistencial

Objetivo geral:

Disponibilizar a população um conjunto de atividades prestadas no domicílio, caracterizadas pela atenção ao paciente com quadro clínico que exijam cuidados e necessidades de tecnologias especializadas, que não necessitam de ampla gama de serviços oferecidos pelos hospitais, devendo-se respeitar as condições das intervenções terapêuticas e intensidade de cuidados realizados de forma segura nos ambientes domiciliares.

Objetivos específicos:

Evitar hospitalização desnecessária ofertando uma melhor alternativa assistencial, diminuindo o número de internação dos pacientes com patologias crônicas;

Humanização dos cuidados;

Processos de “alta assistida” (programada) definindo garantia da continuidade da assistência e demonstrando um forte viés de busca de garantias de economicidades do processo hospitalar;

Otimização / Disponibilização dos leitos hospitalares recursos escassos, tais como leitos de clínica médica;

Períodos maiores livres de intercorrências hospitalares em pacientes crônicos;

Redução da média de permanências e os índices de infecção hospitalar nos hospitais;

Processo terapêutico humanizado da redução do sofrimento em situação de cuidados paliativos;

Servir de elo de ligação entre hospital e a rede básica de serviços de saúde;

Melhorar a qualidade de vida dos pacientes dependentes de cuidados da equipe de saúde, que não possam, pela sua complexidade serem absorvidas pelas equipes das unidades básicas de saúde, sob critério avaliativo de inclusão das equipes do SAID;

Contribuir para ganhos no grau de autonomia do paciente /familiar no cuidado com sua saúde promovendo a capacitação do familiar / cuidador;

Humanização da assistência, com o olhar ampliado relativo aos cuidados com o paciente e a condição dos familiares/cuidadores (integralidade da atenção, apoio matricial).

Retorna a página inicial da unidade