Unidades

Unidade de Vigilância de
Zoonoses de Campinas

(UVZ Campinas, antigo CCZ)

CNES
2023326

Coordenação: Elen Fagundes Costa

Endereço: Rua Dr. César Paranhos de Godoy, 333 - Jardim Chapadão - CEP 13070-075

Telefone: 2515-7046 / 2515-7047 / 3245-1219 / 3245-1400 / 3245-2268

E-mail: saude.zoonoses@campinas.sp.gov.br

Horário de Funcionamento: Segunda à sexta-feira, das 8h às 17h

Observação: após o horário do expediente, feriados e finais de semana, acionar o plantão UVZ através do telefone 199 - Defesa Civil

Vínculo: DEVISA - Departamento de Vigilância em Saúde

 

Missão

    As atividades do Centro de Controle de Zoonoses foram reestruturadas considerando a Portaria do Ministério da Saúde nº 1.138 de 23 de maio de 2014 e a criação do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal (DPBEA) na Secretaria do Verde Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, através da Lei Municipal Complementar nº 59 de 09 de janeiro de 2014. Desde meados de junho de 2014 todas as ações de controle populacional de cães, gatos e de proteção de bem-estar animal foram assumidas e passaram a ser executadas por este departamento, o DPBEA.

    Atualmente, a Unidade de Vigilância de Zoonoses executa ações do programa de controle da raiva, da leishmaniose e de controle de animais venenosos e peçonhentos e outros de relevância para a saúde pública.

Portaria MS/GM nº 1.138, de 23/05/2014

Lei Municipal Complementar nº 59, de 09/01/2014

 

Ações de prevenção e controle da Febre Maculosa Brasileira

Febre Maculosa Brasileira - folder informativo

Manual para prevenção em locais com presença de carrapatos geral

Febre Maculosa Brasileira - prevenção em locais com presença de carrapatos

Informe Técnico - Febre Maculosa Brasileira: Tratamento antimicrobiano em pacientes pediátricos  

 

Ações do programa de prevenção, vigilância e controle da raiva

  • Vigilância passiva de quirópteros (recolhimento, identificação da espécie, investigação de contactantes humanos e animais e envio aos laboratórios de referência para a pesquisa do vírus rábico dos morcegos encontrados com comportamento anormal e orientação técnica);

  • Monitoramento dos cães e gatos contactantes de quirópteros;

  • Coleta e envio aos laboratórios de referência para a pesquisa do vírus rábico em encéfalos de animais envolvidos em acidentes com humanos ou que vieram a óbito durante o período de observação e/ou com quadro clínico suspeito de raiva;

  • Coordenação Municipal da vacinação de cães e gatos contra a raiva (rotina e contactantes de quirópteros);

  • Apoio técnico e operacional às equipes de Vigilância em Saúde Regionais, nas ações do programa da raiva que são executadas por estas equipes;

  • Apoio técnico aos clínicos veterinários do município em questões referentes ao programa da raiva;

  • Ações educativas e de conscientização.

Vacina antirrábica animal - Orientações para agendar a vacina para seu gato ou cão

Morcegos - Guia de orientação e manejo dos morcegos no meio urbano (atualizado em julho/2019)

Orientações para vacinação antirrábica humana

Formulário para envio de cadáveres de animais suspeitos de raiva

 

Ações do Programa de Controle da Leishmaniose

  • Vigilância entomológica (armadilhamento de áreas em toda a extensão do município de Campinas com o objetivo de identificar áreas com a presença de insetos vetores, capazes de transmitir leishmanioses);

  • Vigilância Epidemiológica –Inquéritos sorológicos em áreas de transmissão (coleta de sangue de cães, realização de triagem através de teste rápido no laboratório da UVZ e encaminhamento das amostras reagentes para a realização de sorologia de confirmação no Instituto Adolfo Lutz de Campinas);

  • Investigação de foco (a partir da notificação de um caso positivo em cão, fora da área classificada como área de transmissão, é realizado o inquérito sorológico e a vigilância entomológica);

  • Atividade de bloqueio de transmissão através da aplicação de coleira repelente de insetos em cães nas áreas de transmissão de leishmaniose visceral canina;

  • Ações educativas e de conscientização.

Leishmaniose Visceral - Perguntas e Respostas para Médicos Veterinários

Formulário de notificação e investigação de cão com suspeita de leishmaniose visceral americana

 

Ações de Controle de animais de relevância para a saúde pública

  • Atividades de vigilância, orientação e controle de animais venenosos e peçonhentos (escorpiões, abelhas, serpentes), de roedores e outros da fauna sinantrópica quando em situações de risco para a saúde pública.

Medidas de Prevenção e Controle de Infestação por Escorpião e Orientação para Caso de Acidentes

Folder - Escorpião: A Melhor Prevenção é a Sua Atenção (arquivo .pdf / arquivo .zip)

Cartaz - Escorpião: A melhor prevenção é a sua atenção

Informe Epidemiológico - Acidentes por Animais Peçonhentos (25/03/2019)

Plano de Ação Regional da Região Metropolitana de Campinas para o Atendimento às Pessoas Vítimas de Acidentes por Escorpião

 

Profissionais

Instalações

Equipamentos

Mapa de localização

 

Eventos

Informes

 

Formulários

Formulário para envio de cadáveres
de animais suspeitos de raiva

Formulário de notificação e investigação de cão com suspeita de leishmaniose visceral americana